Seguidores

29 de fevereiro de 2016

Confiando em Deus



Os nadadores sabem que na água podem fazer coisas que lhes são impossíveis em terra. 

Podem flutuar, dar cambalhotas, mergulhar bem fundo e se empurrar para cima… Assim faz a pessoa de fé, suspensa pelas mãos de Deus, imersa em Seu amor, navegando confiantemente na vida e progredindo de maneiras que jamais lhe pareceram possíveis.

Quando confiamos em Deus, somos mais livres e mais leves, pois nos livramos dos pesos das preocupações do dia a dia, porque deixamos que Deus nos faça flutuar.

“Se o Filho vos libertar, verdadeira­mente sereis livres.”

Deus é Vida







O CÍRCULO DO ÓDIO



O dono de uma empresa gritou com o administrador, porque estava aborrecido naquele momento.
O administrador chegou em casa e gritou com sua esposa, acusando-a de gastar muito, ao vê-la com um vestido novo.
A esposa gritou com a empregada porque ela quebrou um prato.
A empregada deu um pontapé no cachorro porque ele a fez tropeçar
O cachorro saiu correndo e mordeu
uma senhora que passava pela alameda, porque ela estava em frente à porta de saída.
Essa senhora foi ao hospital para
vacinar-se contra a raiva e gritou
com o médico, porque doeu
quando ele aplicou a vacina.
O jovem médico chegou em sua casa e gritou com a sua mãe, porque a comida não era de seu agrado.
A mãe acariciou seus cabelos dizendo-lhe: Filho querido, amanhã farei tua comida favorita.
“Tu trabalhas muito, estás cansado
e necessitas de uma boa noite de
sono. Vou trocar as roupas de
tua cama por outras bem limpas e
perfumadas, para que descanses
com tranqüilidade. Amanhã te sentirás melhor".
Em seguida lhe abençoou e saiu do aposento, deixando-o sozinho com seus pensamentos ……

Neste momento, interrompeu-se o CÍRCULO DO ÓDIO, porque chocou-se com a TOLERÂNCIA, o PERDÃO e o AMOR.
Se entraste em um CÍRCULO DE ÓDIO, lembra-te que com tolerância, e disposição ao perdão e sobretudo, com amor, podes rompê-lo.

‪#‎parapensar‬ - - Deus é Vida










Semeie




“Assim, em tudo, façam aos outros o que vocês querem que

eles lhes façam; pois esta é a Lei e os profetas.”

 - Mateus 7:12



Pode ser que hoje você tenha acordado precisando de algo. A resposta de Jesus diante do que queremos é: Semeie! Jesus mesmo nos diz que há felicidade maior em dar do que receber. Aqui não há lugar para egoísmo, mas para generosidade!

Jesus nos orienta a semear o que queremos colher. Se precisamos de um abraço, então, vamos abraçar. Se é de amor, vamos amar.
Se é de perdão, vamos perdoar. Se é de cuidado, vamos cuidar...

Do que você precisa? Para receber, aceite esse convite de Jesus

– Semeie! 

Não deixe para amanhã o que você pode semear agora.
Semeie a paz, o acolhimento, o respeito.... E sendo generosa, assim sua colheita será abundante!

Oração: Graças te dou Jesus, pelo que posso semear hoje, com o teu amor transbordando em meu coração, porque cremos na bela colheita!

DEUS É VIDA


 Nova Igreja







22 de fevereiro de 2016

Deserto é lugar de passagem, não de morada.




Deserto é lugar de passagem, não de morada.


Eu e você também passamos por vários desertos em nossas vidas. É uma luta que não se acaba, é uma porta que não se abre, é a decepção que machuca, é a espera que angustia, é a injustiça que nos magoa.

 O peso dos ombros e cansaço do corpo na caminhada pelo deserto que nos faz pensar que estamos sós. Mas te digo, Deus jamais te deixará sozinho, Ele é aquele que te acompanha, protege e te guia, se está de pé é porque o Senhor tem negócio contigo, Ele tem algo grande para fazer. Aguenta firme e persista nesse seu deserto, Ele é a tua escola, está te formando para ser campeão.

 Logo depois da prova vem a bonança, no final desse deserto tem banquete preparado e até quem duvidou terá que contemplar a mesa farta pra te saciar. Você irá se assentar a mesa do Rei e será honrado por Ele.
Quer receber vitória? Suporte esse deserto, talvez a sua vitória esteja mais perto do que pensa, então vale muito mais a pena continuar.

Um verdadeiro campeão é forjado em meio ao deserto e honrado por Deus entre os homens.

Deus é Vida

__ Yla Fernandes


21 de fevereiro de 2016

Nosso maior presente



A pequena Maria, com oito anos de idade, esperava com grande expectativa pela chegada do Natal. Ela tinha pensado muito a respeito de um presente com que poderia proporcionar uma alegria especial para seus pais neste ano. Será que seu pouco dinheiro seria suficiente para comprar alguma coisa bem bonita?

Certo dia ela descobriu um belo e colorido vaso na vitrine de uma loja e comprou-o imediatamente. Chegando em casa, começou a pensar no papel com que iria embrulhar seu presente e na fita para amarrá-lo. Um presente tão especial precisava de uma embalagem apropriada.
Mas, que tristeza! Ela já tinha gasto todo o seu dinheiro! Então ela embrulhou o vaso em folhas de jornal e escreveu um bilhete em letras bem grandes: "Para papai e mamãe. O papel é simples. Mas o presente é bom!" Maria desceu a escada na ponta dos pés e depositou seu humilde presente ao lado dos belos pacotes que já se encontravam na sala...

O maior presente que a humanidade já recebeu, o presente que trouxe alegria perene para tantos, que modificou o destino de milhões de pessoas, foi envolto em fraldas. Os panos grosseiros, de pouco valor, encobriam o maior de todos os Reis, o Filho de Deus, o Salvador do mundo.

Em breve o mundo verá outra vez "este mesmo Jesus". Então Ele não estará envolto em fraldas nem usando as roupas que os pobres costumam usar, nem terá uma coroa de espinhos em Sua cabeça. Em Sua segunda vinda, Jesus aparecerá em toda a Sua majestade, coroado de glória e honra, como o poderoso Soberano do mundo. Todos os olhos O verão, todos os joelhos se dobrarão diante dEle e todas as línguas confessarão"que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai" (Fp 2.10-11).

Muitos se escandalizaram em virtude de Sua aparência exterior. Seus olhos só conseguiram ver Sua figura humana, Sua humildade. Jamais viram Sua beleza interior, Sua graça, Sua verdade e Sua divindade. Eles nunca pensaram que Jesus tornou-se pobre por amor a eles mesmos. Mas foi o que aconteceu,
 "Pois conheceis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, que, sendo rico, se fez pobre por amor de vós, para que, pela sua pobreza, vos tornásseis ricos" (2 Co 8.9).

Nossa alegria não tem que estar em coisas materiais, em coisas luxuosas. 

Nossa alegria vem do Senhor!


Deus é Vida



19 de fevereiro de 2016

Orações não respondidas




Porque nós somos cooperadores de Deus; vós sois lavoura de Deus e edifício de Deus.
1 - Coríntios 3:9

Muitas pessoas estão se sentindo frustradas porque não veem respostas para suas orações. Se você está dessa forma, o primeiro passo é identificar se seus pedidos estão de acordo com a Palavra de Deus e em segundo perceber se você está cooperando com Deus para que esse milagre aconteça. Mas o que significa cooperar? A bíblia declara que somos cooperadores de Deus porque há uma parte muito importante que cabe à nós : a fé !


Precisamos lembrar que a fé é crer e principalmente agir de forma a revelar que nosso pedido já foi atendido. Suas ações, decisões e principalmente suas palavras precisam demonstrar sua confiança em Deus.
Em momentos em que passamos por desafios podemos guardar nosso coração da ansiedade, medo, pensamentos negativos e etc. Decida colocar sempre seus olhos em Jesus , pois Ele é o nosso socorro.

Oração:

 Senhor, fortaleça nosso coração em Ti, para que independente das circunstâncias, olhemos somente para Ti.

DEUS É VIDA

FONTE NOVA VIDA


18 de fevereiro de 2016

Deus mudou a minha Vida


“Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados,
e eu vos aliviarei”.

  Mateus 11:28


Se você está cansada dessa vida, não aguenta mais tantos problemas familiares, no trabalho, dificuldades financeiras, crises em relacionamentos, é tanta tristeza; já buscou solução em muitos lugares e só consegue enxergar a escuridão, deixa eu dizer a você uma coisa extraordinária: existe um Deus que pode mudar a

sua vida hoje e trazer paz, alegria, alívio, conforto ao seu coração, acabando com todo o seu sofrimento.

Seja qual for a sua situação, convido você a orar a Jesus entregando o seu problema a Ele. Creia de todo coração e você verá as transformações em sua vida.
Oração: Senhor Jesus, tira do meu coração toda tristeza, toda dor, todo sofrimento, que eu possa ser forte com o Senhor para vencer sempre as dificuldades. Quero confiar verdadeiramente em Ti e, nesse momento, entregar a minha vida em Tuas mãos. E que seja feita a Tua vontade. Em nome de Jesus, amém.

Deus é Vida


Mônica Macedo Fernandes - INV Penha




Caráter



Quando o Senhor nos mostra o que está errado em nossas vidas, Ele sempre provê uma solução para obtermos mudança. Quando nos voltamos contra nossos pecados, Ele nos perdoa e fortalece para recomeçarmos.Como é libertador trocar uma reputação espiritual pelo caráter verdadeiro repleto de vida que vem por conhecermos Cristo nosso Senhor! O verdadeiro teste do nosso caráter é o que fazemos quando ninguém está observando.

DEUS É VIDA

17 de fevereiro de 2016

Libere Perdão




"O perdão não faz com que a outra pessoa esteja certa. Faz com que você fique livre!"
Uma das coisas que mais complicam a vida de uma pessoa é se ofender facilmente e guardar mágoa. A Bíblia diz que devemos perdoar rapidamente (Tiago 1:19) por uma razão: Deus quer que desfrutemos de paz, e isso é impossível se estivermos amargos, ressentidos e com raiva. Recusar o perdão é como um ácido que destrói o coração.
Devemos entender que Deus é nosso Juiz, e Ele promete tratar dos nossos inimigos se nós confiarmos nEle para fazer isso. Ele diz que devemos orar por aqueles que nos ofendem, em vez de ficarmos com raiva deles, e quando fazemos isso, o perdão libera Deus para lidar com a pessoa que nos ofendeu. Realmente estamos fazendo um favor a nós mesmos quando perdoamos, pois o perdão nos liberta de uma prisão interna e melhora muito a nossa vida. Mas, se estivermos aborrecidos e desejando vingança, isso afetará o nosso dia a dia de uma forma muito negativa.
Quando alimentamos a nossa raiva, acabamos "descontando" nas pessoas que não têm nada a ver. Muitas pessoas são amargas por causa de alguma ferida do passado e com isso descontam no cônjuge, nos filhos e nas pessoas queridas, mas Deus promete nos restituir e nos abençoar em dobro se fizermos as coisas do jeito dEle (leia Isaías 61:7). Deus está sempre disposto a perdoar nossos nossos pecados e Ele espera que façamos o mesmo com os outros.
Ao escolher perdoar, seus sentimentos com a pessoa que te magoou não irão mudar imediatamente, mas creia que se você fizer a sua parte, Deus fará o que você não pode fazer. Escolha obedecer a Sua Palavra e Ele mudará a maneira como você se sente. Guarde isso: os seus sentimentos sempre irão acompanhar as suas escolhas, basta esperar um pouco.
"Se perdoarem as ofensas uns dos outros, o Pai celestial também lhes perdoará" (Mateus 6:14).
DEUS É VIDA



Fonte: Pr Antonio junior

15 de fevereiro de 2016

A TRANSFORMAÇÃO COMEÇA DENTRO PRA FORA



Tiago 3:9 – “Com ela bendizemos ao Senhor e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus”.
No estudo devocional de hoje o Senhor quer transformar-nos de dentro para fora, cuidando do que sai de dentro de nossos corações. Nossa fala contraditória freqüentemente nos confunde. 
As vezes as nossas palavras são corretas e agradáveis a Deus, porém às vezes são violentas e destrutivas. Quais desses padrões de fala refletem a nossa verdadeira identidade? Fomos criados à imagem de Deus, mas a língua nos dá um retrato de nossa natureza pecaminosa. 
Deus trabalha para nos transformar de dentro para fora. Quando o Espírito Santo purifica um coração, Ele concede o domínio próprio para que a pessoa possa falar palavras que agradem a Deus.
 Quantas vezes ouvimos que nossas palavras tem poder?
 Pois bem, devemos proferir palavras de bênçãos. Devemos dar bom exemplo com nossa língua refreando ela, pois Deus se agrada do servo bom e fiel. Você tem cuidado em proferir suas palavras? Elas podem abençoar ou machucar alguém. Tenha o cuidado e peça ao Senhor que te ajude.
Deus é Vida

Nova Vida


13 de fevereiro de 2016

É Jesus quem me dá a vitória



João 1:3-4 – “Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez. Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens.”

Quando Deus criou o universo, Ele transformou o nada em alguma coisa. Pelo fato de sermos criados, não temos que nos orgulhar. Lembre-se de que você só existe porque Deus o fez, e que só tem dons especiais porque Deus os deu. Com Deus somos valiosos e únicos. Longe Dele nada somos, e se tentarmos viver sem Deus, estaremos abandonando o propósito para o qual fomos criados. Então, entenda que você não é um excelente vendedor porque fez cursos e criou seu próprio jeito de ter sucesso nas vendas, pois, verdadeiramente, quem te deu a capacidade de vender bem foi Deus. Se Ele não te desse essa capacidade você não seria um bom vendedor. Da mesma maneira, você que é um bom médico, um bom administrador, um bom advogado, um bom pregador, um bom levita… você “só é bom” porque Deus te dotou de dons capacitando-o num bom profissional. Tudo isso para que você fosse instrumento nas mãos Dele. Então, cada vez que você ficar se glorificando e dizendo o quanto é bom, somente estará demonstrando o quão orgulhoso e egocêntrico estará sendo, tirando toda a glória de Deus. Vejam que os homens de maior sucesso na bíblia, sempre foram homens humildes. Sendo assim, entenda que você só é o que é porque Deus quis assim. Você com Ele será tudo, mas você sem Ele nada será.

DEUS É VIDA

Nova Vida

12 de fevereiro de 2016

SEXO ANTES DO CASAMENTO, PODE?



O sexo fora do casamento!

Na Bíblia a palavra “fornicação” se refere à atividade sexual fora do casamento. Deus espera que seus adoradores rejeitem a fornicação. (1 Tessalonicenses 4:3) Fornicação é considerada um pecado grave, assim como adultério, espiritismo, bebedeira, idolatria, assassinato e roubo.
Não existe uma palavra hebraica ou grega usada na Bíblia que precisamente se refira ao sexo antes do casamento. A Bíblia inegavelmente condena o adultério e imoralidade sexual.
O sexo fora do casamento, em vez de confirmar o amor, confirma tão somente o egoísmo, pois o contrário do amor não é necessariamente o ódio, pode ser também usar o outro, transformando-o num objeto de gratificação sexual, sem qualquer compromisso.
Em 1 Coríntios 6.18 temos uma orientação interessante: "Fugi da impureza. Qualquer outro pecado que uma pessoa cometer é fora do corpo; mas aquele que pratica a imoralidade peca contra o próprio corpo ."



Que riscos você corre se começar uma relação sexual antes do casamento?

A Bíblia nos fala que o Rei Salomão certa vez observou um jovem que se sentia tentado a praticar sexo antes do casamento. Salomão comparou tal jovem a um “touro que chega ao abate”. Um touro que está para ser abatido parece não ter idéia do que vai acontecer com ele. Os jovens que praticam sexo antes do casamento muitas vezes se comportam assim — parecem ter pouca ou nenhuma noção de que há sérias conseqüências por suas ações. Salomão disse a respeito daquele jovem: “Ele não sabia que envolvia a sua própria alma.” (Provérbios 7:22, 23) Sim, sua “alma” — sua vida — está em risco.
Os jovens hoje podem sofrer conseqüências semelhantes. Por exemplo, com apenas 17 anos Cherie começou a ter relações sexuais com um rapaz. Achava que ele a amava. Anos mais tarde, ainda se arrepende de suas ações e lamenta: “Não valorizei as verdades bíblicas e sofri as conseqüências. Perdi o favor de Jeová, e isso foi devastador.” A jovem Tina também admite: “O sexo antes do casamento foi o maior erro da minha vida. Faria qualquer coisa para ser virgem de novo.” Sim, feridas emocionais podem durar anos e causar estresse e angústia.
Além disso, há os efeitos espirituais e emocionais que vêm depois. O pecado sexual do Rei Davi colocou em risco sua amizade com Deus e por pouco não causou sua ruína espiritual. (Salmo 51) E embora Davi tenha se recuperado espiritualmente, sofreu as conseqüências de seu pecado pelo resto da vida.



Por que sexo antes do casamento não nos fará conhecer o verdadeiro amor?

Quando estamos fora do centro da vontade de Deus, aquilo que estamos planejando para nossa vida não pode dar certo. Em 1Tes 4:3 a Bíblia nos diz:
“Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação; que vos abstenhais da prostituição;”
Deus não aprova o sexo fora do casamento.
Moça, procure chegar até seu esposo de cabeça erguida, sem ter de que se envergonhar, fiel não só a ele mas principalmente ao Senhor que foi o criador do sexo que é lindo e puro dentro do casamento.



Consequências do sexo fora do casamento:

1) Inseguranças e ciúmes:

“Quando não obedecemos a Deus isso gera em nós insegurança, pensamentos surgem naturalmente como fruto da precipitação sexual: ‘Ele já teve relações sexuais comigo, pode fazer isso com outra pessoa, não precisa mais casar, já tem a melhor parte, não vai me valorizar como antes, pois foi fácil’. A fim de atenuar esse sentimento buscamos cercar a pessoa e impedir que coloque tais idéias em prática, nos tornamos possessivos, controladores e ciumentos”.

2) Sentimento de culpa

“A Bíblia fala claramente que o Espírito Santo nos convence do pecado. Esse convencimento se de imediato ou processual depende muito de como cada um de nós recebe a informação. Mas a sensação de que se fez algo errado é inevitável. O peso do pecado dura mais longamente que o prazer do mesmo. Quando não confessamos sinceramente o pecado nos tornamos escravos desse sentimento”.

3) Banalização do amor: 

“Em nossos dias é muito comum ouvir em filmes e novelas uma pessoa chamando a outra para fazer sexo dizendo: ‘Vamos fazer amor?’. Existe uma confusão muito grande entre amor e sexo, que até já se tornou temas de músicas e livros. Quando a pessoa acha que os dois significam o mesmo acaba colocando o amor no segundo escalão das emoções”.

4) Autodepreciação: 

“É natural que a pessoa que passa por todos os sentimentos que acabamos de citar e não encara uma cura e restauração, passará a não se valorizar e com isso se submete a situações cada vez piores na área sexual. Isso quer dizer que a pessoa vai caindo de critério e conceito e se destruindo aos poucos até que fica totalmente sem personalidade ou razão de viver”.


6) Gravidez indesejada e doenças sexualmente transmissíveis: 

“A Bíblia fala que os filhos são herança, são bênçãos, mas fora do casamento e com pessoas muito novas geram uma drástica e traumática mudança de rotina, que na maior parte, pela pouca idade, ainda não estão preparados para encarar. Outro problema é o risco de contrair doenças sexualmente transmissíveis como AIDS, sífilis, herpes, que são mais comuns em pessoas que têm relações sexuais não preservadas com vários parceiros. Muitas dessas doenças não têm cura e podem tornar a vida do doente um tormento, e causar até a morte, geralmente sofrida.”

Deus é Vida

FONTE:RELACIONAMENTOS COM DEUS




INIMIGO X ADULTÉRIO




 Ação do inimigo quando há brecha através do pecado!

Se um casal pudesse ver o que acompanha eles durante o ato de adultério, teria essa reação... Ou pior. 
O principal prato que o diabo usa para destruir uma família é a traição conjugal, mas ele não é bobo, antes ele sonda a postura do marido e da esposa um para com o outro, ele estuda calmamente qual é a isca mais certeira para atrair sem erro a sua presa, ele começa gerando brigas e o afastamento íntimo dos cônjuges, depois ele cria situações em que o convívio se torna do difícil ao insuportável, cria uma nuvem de opressão e intriga onde a esposa perde a admiração pelo marido e este fica indiferente as suas responsabilidades. Quando este cenário está montado, o grande autor das mentiras encaminha seus manjares em forma de mulheres atraentes e homens atenciosos, na verdade essas peças são ilusórias, o que os torna interessante é a carência por não se ter no casamento o que o parceiro deveria proporcionar, então se inicia o processo de destruição da família. 
Tudo é uma grande ilusão, todos temos problemas, a vida de ninguém é perfeita, o mais importante é saber que o diabo usa as armas que ele tem nas mãos, e ele investe no casal esperando quem vai cair primeiro.
Um casamento é uma decisão muito séria, pessoas não são descartáveis, passa-tempo ou escape de problemas. Basta uma pequena brecha para que o diabo cause um rombo na sua vida. Se você sente desejo de trair, a culpa não é do diabo, é sua, ele apenas usou aquilo que você deu pra ele e mexeu com o desejo que você já guardava dentro de si.
É um desvio de caráter, todos nós estamos passiveis de passar por isso, a diferença está no que cada um vai fazer com a situação.
Um espírito enfraquecido não tem forças para lutar com a carne cheia de vontades e uma mente encoberta com mentiras que satanás lançou.
Tudo que você precisa para ser feliz, está na sua casa, não se engane.

Sujeita-se a Deus e o diabo fugirá de você.


Roberta La Rosa


11 de fevereiro de 2016

Seus pensamentos permanecem em Deus?


Tu, Senhor, conservarás em perfeita paz aquele cujo propósito é firme: porque ele confia em ti.
(Isaías 26:3)

Sua mente continua se alimentando em Deus ou está esfomeada? A desnutrição da mente, causada por negligência, é uma das principais fontes de exaustão e enfraquecimento na vida de um servo. Se você nunca utilizou a sua mente para colocar-se na presença de Deus, comece a fazer isso hoje. Não existe qualquer razão para esperar que o Senhor venha até você. É necessário afastar os seus pensamentos e deixar de contemplar seus ídolos, fixar-se no Senhor e ser salvo (Isaías 45:22).
Sua mente criativa é o maior dos dons que Deus lhe deu e isso deveria ser integralmente dedicado a Ele. Você deve procurar agir“…levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo” (2 Coríntios 10:5). Este será um dos mais importantes patrimônios da sua fé quando o tempo das tribulações começar; porque nessa altura, a sua fé e o Espírito de Deus trabalharão juntos. Quando você tiver pensamentos e ideais dignos diante de Deus, precisa aprender a os comparar e associar com tudo o que acontece na natureza — o nascer e o pôr do Sol, o brilho da lua e das estrelas e as mudanças das estações do ano — e você começará a compreender que seus pensamentos vêm de Deus também, e sua mente não viverá à mercê de suas ideias impulsivas; pelo contrário, estará sempre a serviço do Senhor.
Assim, estimule sua memória e acorde imediatamente. Não diga a si mesmo: “Mas Deus não está falando comigo neste momento.” Contudo, Ele deveria estar! Lembre-se: a quem você pertence e a quem serve. Encoraje-se a recordar disto, e sua devoção por Deus crescerá dez vezes mais. Sua mente não mais estará desnutrida, mas será ágil e entusiástica, e sua esperança será inexprimivelmente brilhante.

–Oswald Chambers

Deus é Vida

Batismo nas Águas




POR QUE SER BATIZADO NAS ÁGUAS?

Uma das ultimas recomendações que Jesus deixou aos discípulos antes de ascender aos céus, foi esta: "Quem crer e for batizado será salvo" (Marcos 16:16). Esta afirmação deixa claro que o processo de salvação não começa e termina com a confissão de pecado, e a consequente aceitação de Jesus como Salvador. Na verdade este é o primeiro passo. Mas, não é o único.


O motivo pelo qual Jesus relacionou a salvação com o batismo nas águas, tem haver com o que ele realizou na cruz do calvário. Jesus morreu e ressuscitou para oferecer ao homem a possibilidade de viver uma nova vida com Deus. Quando o pecador se arrepende de seus pecados, ele precisa se desfazer de sua velha natureza. É isto que a Bíblia ensina através das palavras do apóstolo Paulo: "Fomos, pois, sepultados com ele na semelhança de sua morte pelo batismo; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim também andemos nós em novidade de vida. Porque se fomos unidos com ele na semelhança de sua morte, certamente o seremos também na semelhança de sua ressur­reição" (Romanos 6:4-5). Esta identificação feita por Jesus entre a salvação e o batismo, não tem nenhuma relação com a chamada doutrina da regeneração batismal. O batismo não regenera o pecador ele apenas o identifica com Cristo. A regeneração é obra exclusiva da cruz.


O batismo nas águas e uma arma importante para quem deseja vencer as inclinações da velha natureza. Assim, como um morto deve ser imediatamente sepultado, aquele que mor­reu para o mundo, não pode continuar com o seu velho homem insepulto (Colossenses 2:11).


Biblicamente, o batismo não é o meio pelo qual a pessoa se torna membro da igreja. A ligação do salvo com a igreja - que é o corpo de Cristo - dá-se através do reconheci­mento de Jesus como Salvador e Senhor. Jesus não foi batizado para se tomar membro de uma determinada igreja! Ele recebeu o batismo para cumprir toda a justiça de Deus (Mateus 3:15).


Lembre-se: o batismo é um mandamento. Ele não tem nenhuma relação com os costu­mes e normas criadas pela igreja. Assim, ele não deve ser o ponto de referencia para deter­minar se uma pessoa salva pode ou não participar da ceia! Se deve ou não ser dizimista! A ceia está aberta a todos aqueles que já confessaram a Jesus como Senhor e Salvador, independentemente do batismo nas águas (I Coríntios 11:28). O mesmo ocorre com respeito ao dizimo. Todos devem obedecer à lei do dizimo, mesmo sem serem batizados, pois o di­zimo foi instituído muito antes da ordenação do batismo.


Por ser tão importante no processo da salvação, o batismo não deve ser protelado. Mui­tos esperam melhorar a vida espiritual, deixando certas praticas, afastando-se de certos ca­minhos, para então receberem o batismo. Quem age desta forma esta se enganando, e per­dendo um dos meios mais eficazes para viver uma vida integra e pura diante de Deus (Atos 16:33). Pois é através do batismo, que o crente recebe uma capacidade especial dada pelo Senhor, para vencer as inclinações da carne. A única condição é aceitar a Jesus, e obe­decer ao seu mandamento. Não espere mais! Sepulte a sua velha vida, e comece a desfru­tar de uma nova experiência espiritual através do revestimento de Cristo Jesus, como afir­mou o apóstolo Paulo: "porque todos quantos fostes batizados em Cristo, de Cristo vos re­vestistes" (Gálatas 3:27)

Deus é Vida

10 de fevereiro de 2016

Tomando decisões importantes





Já lhe aconteceu de estar diante de decisões impor­tantes para as quais precisava
de orientações explícitas, mas sentir que Deus estava em “modo silencioso”, justo
quando você mais gostaria que Ele lhe desse uma resposta precisa para ajudá-lo
em uma decisão importante? Eu, já. E esses momentos são de verdadeiras
dificuldades espirituais. Queria que o Senhor indicasse com clareza o caminho a
seguir, mas, em Sua sabedoria, escolheu não me dar uma resposta direta. Por isso,
precisei analisar as opções, buscar conselho divino, examinar as portas de
oportunidade abertas à minha frente, orar muito e, principalmente, entregar­-Lhe
meus caminhos. Tive de confiar que Ele direcionaria meus passos da maneira que
Lhe parecesse melhor.

Os cristãos que querem glorificar Deus em suas vidas devem aprender a tomar
decisões com base em Seus princípios e escolher as melhores opções dentre as
muitas que sur­gem diariamente. Considerar as alternativas, comparar vantagens e
desvantagens, usar a sabedoria que o Senhor nos dá para sondar as situações
usando a Palavra de Deus é parte de amar o Senhor com nossa mente, nosso
coração e nossa alma, em obediência ao Seu primeiro e maior mandamento.

Parte do estresse e dos conflitos que encontramos quando estamos tomando
decisões vem do medo do fracasso, do receio de não realizar a vontade de Deus, do
temor de tomar uma decisão que produza impactos negativos em nossas vidas e
nas vidas de outros, os quais não conseguimos prever. Quando se trata dessas
decisões importantes capazes de definir nosso futuro, ou pelo menos o futuro
imediato, aprende­mos pela experiência que, apesar das nossas melhores intenções
e desejos, tomamos decisões que levam a des­dobramentos não previstos, mas
com os quais passamos a ter de conviver.

Como Deus nos criou agentes dotados de livre arbítrio e capazes de escolher com
independência, somos pessoalmente responsáveis por nossas decisões e pelas
consequências, inclusive as negativas.

É uma das razões para sermos cuidadosos e usarmos sabedoria na hora de decidir.
Assumir a respon­sabilidade pelos resultados de nossas escolhas é uma importante
parte do processo. Somos livres para chegar às nossas próprias decisões, mas
também responsáveis pelas consequências. Também temos de confiar que Ele
prometeu que tudo contribuiria para o bem dos que O amam, independente­mente
dos desdobramentos iniciais que certas situações produzem. Ele pode usar inclusive
nossos erros e as ocasiões em que parecemos ter interpretado mal nossas
coordenadas quando tomamos as decisões e, então, redirecionarmos nosso curso,
para que a experiência produza benefícios em nossas vidas e nos leve ao destino
que Deus planejou para nós.

Curvas e obstáculos inesperados fazem parte da estrada da vida, por mais sábias
que sejam nossas decisões. Em muitas passagens bíblicas vemos expectativas e
planos que foram contrariados. Ao partir para a Terra Prometida, Moisés
provavelmente não previu que vagaria pelo deserto por 40 anos, mas nem por isso
perdeu de vista seu destino final, pois continuou avançando apesar dos obstáculos.
Mesmo quando tomamos as decisões certas, nada garante que não haverá
percalços no caminho. Tropeços e dificuldades são inerentes à expe­riência humana
e muitas vezes servem para fortalecer nossa fé. Deus, nosso Pai celestial, sabe que
aprender a tomar decisões, assumir responsabilidades pelos resultados e todas as
lições que aprendemos no curso de nossas vidas são parte de nosso processo de
cresci­mento e desenvolvimento espiritual.

Conforme Lhe entregarmos nossos caminhos, buscarmos agradá­-lO e fizermos o
que é aprazível aos Seus olhos, podemos estar confiantes do nosso relacionamento
com Ele, seguros de que Ele estará conosco nas decisões pequenas e grandes que
encontrarmos em nossas vidas.

Deus é Vida